‘Bond yields’ Zona Euro descem, reflectem cautela apesar expectativa estímulos EUA


© Reuters.

LONDRES, 9 Out (Reuters) – As ‘yields’ da Zona Euro desceram no arranque da negociação de sexta-feira, com os investidores de rendimento fixo a manterem-se cautelosos apesar das esperanças renovadas de um acordo de estímulo dos EUA, ajudando a elevar o sentimento noutros mercados.

As acções recuperaram após o Presidente dos EUA, Donald Trump, ter dito na quinta-feira que as conversações com o Congresso sobre um alívio orçamental específico tinham recomeçado, após ter cancelado as negociações no início desta semana.

Os investidores também estão a apostar que Joe Biden, o desafiante de Trump nas eleições presidenciais de 3 de Novembro, vença, conduzindo potencialmente a um pacote de estímulos maior.

Mas os mercados de obrigações estão calmos, com as ‘yields’ a descerem. Os rendimentos da Zona Euro mantiveram-se a níveis apertados nas últimas semanas e a volatilidade tem sido baixa, o que os analistas atribuem a uma onda de compras de activos do banco central que esmagou os preços.

Na sexta-feira, a ‘yield’ das obrigações alemãs a 10 anos manteve-se inalterada em -0,525% , enquanto outras congéneres do centro descem leigeiramente , .

Os analistas disseram que a relutância dos investidores em abandonar as obrigações do Tesouro era um sinal de que a dinâmica por detrás das recentes subidas dos preços dos activos estava a estagnar.

Os rendimentos no sul da Europa também caem ligeiramente, com a ‘yield’ italiana a 10 anos perto de outro mínimo recorde. Negoceia em 0,71% IT10YT=TWEB . (Por Tommy Wilkes; Editado por Mark Potter; Traduzido para português por Patrícia Vicente Rua)