Presidência portuguesa da UE quer fechar acordo comercial com Mercosul


© Reuters.

BRUXELAS, 7 Jan (Reuters) – A presidente da UE de Portugal, disse esta quinta-feira que tentará concluir um tratado de comércio livre entre a União Europeia e o bloco sul-americano Mercosul, que foi acordado em 2019 após duas décadas de negociações, mas ainda não foi finalizado.

O ministro das Relações Exteriores de Portugal, Augusto Santos Silva, disse que o seu país, que assumiu a presidência rotativa de seis meses da UE a 1 de janeiro, precisa de fazer progressos porque o fracasso prejudicaria a reputação da UE, o maior bloco comercial do mundo.

“A nossa credibilidade está em jogo. É responsabilidade de Portugal tentar concluir este processo e assumimos esta obrigação”, afirmou Santos Silva num briefing online.

Num avanço contra o proteccionismo em todo o mundo, a UE concordou em junho de 2019 em criar uma área de comércio livre de 700 milhões de pessoas com o bloco comercial sul-americano Mercosul, que é formado pela Argentina, Brasil, Paraguai, Venezuela e Uruguai.

Texto integral em inglês: (Reportagem de Robin Emmott, Traduzido para português por João Manuel Maurício, Gdansk Newsroom, editado por Sergio Goncalves)