TREASURIES-Yields dos Treasuries recuam após avançarem para máximas em um ano


© Reuters.

Por Ross Kerber e Saikat Chatterjee

26 Fev (Reuters) – Os yields dos Treasuries tinham queda em meio a negociações cautelosas nesta sexta-feira conforme investidores se reposicionavam, mas preocupações com o crescimento pesavam após dados mostrarem forte retomada dos gastos dos consumidores nos Estados Unidos.

Os yields dos Treasuries de dez anos tinham queda de 5,9 pontos-base, a 1,4564%. Na quinta-feira, o yield chegou a atingir 1,614%, maior nível em um ano, afetando os mercados mundiais.

O rendimento do título acumula alta de mais de 50 pontos-base no ano. Os rendimentos de outros títulos governamentais também subiam.

Tom di Galoma, diretor-gerente da Seaport Global Holdings, disse que os negócios refletem uma “expectativa de que o Fed possa ter espaço para aumentar as taxas mais cedo do que se pensava, já que a economia está se recuperando e as vacinas parecem estar funcionando”.

Os gastos do consumidor dos Estados Unidos, que respondem por mais de dois terços da atividade econômica norte-americana, saltaram 2,4% no mês passado, depois de recuarem 0,4% em dezembro, informou o Departamento de Comércio nesta sexta-feira, preparando a economia para um crescimento mais rápido no primeiro trimestre.

Uma parte observada de perto da curva de rendimento dos Treasuries –a que mede a diferença entre as taxas das notas de dois e dez anos , e é considerada indicador das expectativas econômicas — estava em 131 pontos-base, cerca de 1,8 ponto-base abaixo do fechamento de quinta-feira. Na quinta-feira, a diferença atingiu 141 pontos-base, a maior desde 2015.

Os yields dos títulos de dois anos , que normalmente se movem de acordo com as expectativas da taxa de juros, caíam 2,1 pontos-base, a 0,1446% nesta sexta-feira.