‘Yield’ alemã 10 anos cai para mínimo de Fevereiro com preocupações pandémicas


© Reuters.

MILÃO, 25 Mar (Reuters) – As ‘yields’ das obrigações da zona euro caíram à medida que os receios de pandemia continuaram a pesar no sentimento de risco na quinta-feira, enquanto os rendimentos do Tesouro dos EUA permaneceram inalterados antes de um leilão de notas a sete anos.

O número de novos casos confirmados de coronavírus na Alemanha aumentou em maior número desde 9 de Janeiro, enquanto que o número de pessoas com COVID-19 nas unidades de cuidados intensivos francesas fixou um máximo para 2021.

Estas preocupações levaram os activos-refúgi a subirem e a ‘yield’ das obrigações do Estado alemãs a 10 anos , a referência do bloco, caiu para o seu nível mais baixo desde meados de Fevereiro em -0,39% e seguia a cair 2 pontos base em -0,375% às 1538 GMT. Os rendimentos das obrigações caem à medida que os preços sobem.

“As obrigações do governo europeias continuam a estabilizar e a desligar-se dos renovados constrangimentos dos EUA”, disseram os analistas do Commerzbank (DE:) aos clientes, referindo-se ao recente aumento dos rendimentos do Tesouro.

Texto integral em inglês: (Por Stefano Rebaudo; Traduzido para português por Patrícia Vicente Rua)