‘Yields’ obrigações italianas caem para mínimo 1 semana após vitória moção de confiança


© Reuters.

AMESTERDÃO, 20 Jan (Reuters) – Os custos de financiamento de referência da Itália caíram para o seu nível mais baixo em mais de uma semana na quarta-feira, depois de o seu governo ter ganho uma votação de confiança no senado e evitado um colapso.

O Primeiro-Ministro, Giuseppe Conte, ganhou por pouco uma votação de confiança na Câmara Alta do Senado da na terça-feira, permitindo-lhe permanecer no cargo depois de um parceiro júnior ter abandonado a sua coligação na semana passada, no meio da pandemia da COVID-19. L1N2JU0XN

Os rendimentos das obrigações italianas de referência a 10 anos caíram para o seu mínimo desde 11 de Janeiro – antes de Conte perder a sua maioria – em 0,533%, a descer 2 pontos base.

Isto fez com que o diferencial entre os rendimentos a 10 anos italianos e alemães – efectivamente o prémio de risco da dívida italiana – descesse para 105 pontos base, também o mais baixo de uma semana.

Texto integral em inglês: (Por Yoruk Bahceli; Traduzido para português por Patrícia Vicente Rua)