‘Yields’ obrigações Sul da Europa sobem com aperto restrições ‘lockdown’


© Reuters.

LONDRES, 2 Nov (Reuters) – A ‘yield’ das obrigações a 10 anos da Alemanha manteve-se perto de recentes mínimos de vários meses na segunda-feira, enquanto os rendimentos da dívida soberana periférica da zona euro subiram à medida que novas medidas de confinamento na Europa aumentam a procura por activos mais seguros.

À medida que os casos COVID-19 aumentam em toda a Europa, foram anunciados ‘lockdowns’ a nível nacional na Grã-Bretanha, França e Alemanha, enquanto que a Áustria, Portugal, Espanha e Itália estão a apertar as restrições.

Na semana passada, as ‘yields’ periféricas caíram quando o Banco Central Europeu deu um sinal claro de que irá proporcionar mais facilidade na sua reunião de Dezembro.

O ‘bund’ alemão a 10 anos negoceia praticamente ‘flat’ no dia, em -0,623% às 0829 GMT , tendo atingido o seu ponto mais baixo desde Março da semana passada.

O rendimento a 10 anos de Itália aumentou 3 pontos base para 0,744% às 0831 GMT e o diferencial entre os rendimentos a 10 anos italianos e alemães aumentou 1,8 pontos base DE10IT10YT=RR .

Texto integral em inglês: (Por Elizabeth Howcroft; Editado por Giles Elgood; Traduzido para português por Patrícia Vicente Rua)